Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Portugal bate concorrência europeia

A indústria portuguesa de calçado continua a reforçar a sua posição relativa nos mercados internacionais.

Nos primeiros oito meses do ano as exportações portuguesas no calçado cresceram 2%, para 952 milhões de euros, e o sector voltou a destacar-se como uma das indústrias com contributo mais positivo (600 milhões de euros) para a balança comercial nacional.

Por mercados, as exportações para Angola cresceram 14%, mas na Europa as vendas também continuam a acelerar. Em Espanha, as vendas de sapatos portugueses aumentaram 5,1% e na Alemanha 4,7%.

Confirmando a tendência de internacionalização do sector, as empresas de calçado exportaram 90% da sua produção.

A nível europeu, a indústria portuguesa de calçado também continua a ganhar quota face Itália e Espanha, uma vez que os dois principais concorrentes nacionais viram as suas exportações cairem 9 e 12% respectivamente, entre Janeiro e Agosto.

Com um crescimento de 8,1% nas exportações nos dois últimos anos, a indústria de calçado nacional representa a nível europeu, actualmente, 5% da produção, 7% das exportações e 17% do emprego do sector.

Para este desempenho, contribui a ofensiva que as empresas portuguesas têm feito no mercado externo. Em 2008, foram 140 as empresas que participaram nas acções promocionais em 15 mercados distintos, num investimento total de 8 milhões de euros.

No âmbito do programa Footure - Programa de Acção para a Fileira do Calçado, o sector deverá investir mais 300 milhões de euros até 2015 para assumir o estatuto de principal referência europeia na indústria do calçado.

1974 1984 2007
Emprego 15.299 30.850 33,971%
Empresas 673 971 1,151
Produção (milhões de pares) 15 48 76,2
Exportação (...) 5 31,1 69,6
Exportação/produção 33,3% 64,8% 91,4%