Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Porto Bay abre hotel em Lisboa que levou dez anos a reabilitar

  • 333

O hotel Porto Bay ocupa um palacete recuperado

Tiago Miranda

Grupo madeirense quer expandir a Barcelona o conceito de hotéis em palacetes recuperados.

Foi numa sexta-feira, 13 de fevereiro, que o hotel Porto Bay Liberdade recebeu os primeiros hóspedes. Longe de ser um sinal de azar, foi a luz ao fundo do túnel para António Trindade, presidente do grupo Porto Bay, que finalmente conseguiu abrir o seu hotel em Lisboa, após dez anos a batalhar no projeto. 

"Foi um hotel de abertura difícil e com vários atrasos, por estar numa zona de proteção adicional, junto à Avenida da Liberdade. Comprámos o edifício em 2005 e só abrimos o hotel em 2015", salienta António Trindade, referindo que a demora do projeto se deveu sobretudo à burocracia "e por estar dependente de demasiadas entidades", já que a obra em si decorreu em dois anos.

"O drama nacional é o excesso de pequenos poderes com os seus sucessivos protelamentos, e a pequena burocracia é a mais difícil de ultrapassar. É o sistema que efetivamente tem de mudar", sustenta o hoteleiro, defendendo aqui o modelo anglo-saxónico em que "o ónus dos prazos das aprovações recai sobre as entidades licenciadoras". 

Leia mais na edição deste fim de semana.