Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

O nome Espírito Santo é hoje um "produto tóxico"

Na comissão de inquérito ao caso BES, José Manuel Espírito Santo diz que o maior sacrifício do que sucedeu caiu sobre os clientes e os colaboradores do grupo mas também foi sacrificado o nome Espírito Santo que é hoje um "produto tóxico". "É muito duro para mim", afirmou.

Para José Manuel Espírito Santo foram os clientes e os colaboradores do grupo Espírito Santo que foram sacrificados com o colapso do BES mas também o nome Espírito Santo foi alvo de um sacrifício.

"Os sacrifícios [foi] dos clientes e dos colaboradores e do meu nome que é um produto tóxico, o que é muito duro para mim", afirmou na comissão de inquérito ao caso BES.

Adiantou que as novas gerações da família têm de "carregar com a carga" desse nome. E lamentou que não tivesse sido dado tempo ao grupo para resolver a situação que levou ao colapso do BES.