Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Novo Banco fica livre de dívida de 548,3 milhões de euros

Banco de Portugal determinou que as responsabilidades para com um veículo financeiro do Goldman Sachs são do BES e não do Novo Banco.

O Banco de Portugal decidiu "libertar" o Novo Banco da dívida contraída em julho pelo BES com o banco de investimento Goldman Sachs, por via do veículo financeiro Oak Finance Luxembourg. A decisão foi divulgada na noite desta terça-feira pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

"O Novo Banco informa que foi notificado da deliberação do Conselho de Administração do Banco de Portugal, de 22 de dezembro de 2014, que determina que, com efeitos a 3 de agosto de 2014, a responsabilidade contraída pelo Banco Espírito Santo perante a Oak Finance Luxembourg S.A., não foi transferida para o Novo Banco, lê-se no comunicado enviado ao mercado. 

O Novo Banco liderado por Eduardo Stock da Cunha, que resultou da medida de  resolução do BES,  determinada pelo Banco de Portugal a 3 de agosto, não vai assumir a responsabilidade do empréstimo, que fica agora no "Banco mau".  

A decisão do supervisor "tem um impacto positivo em reservas de 548,3 milhões de euros", adianta a mesma nota.