Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Nokia nega regresso à produção de smartphones

  • 333

Em tempos foi a grande empresa de telemóveis a nível mundial, mas entretanto abandonou a atividade e diz que não pretende voltar a produzir smartphones.

Constança Lameiras

A Nokia Technologies confirmou, no domingo, que não pretende voltar a produzir smartphones, contrariando assim os rumores das últimas semanas.

Segundo avança o site de tecnologia CNET, a Nokia desfez os rumores esclarecendo que "surgiram recentemente notícias que indicavam que a empresa comunicou a intenção de fabricar telemóveis para os consumidores a partir de uma instalação de Investigação e Desenvolvimento na China. Essas noticias são falsas e incluem comentários incorretamente atribuídos a executivos da Nokia Networks".

De acordo com os rumores, a Nokia anunciava estar a trabalhar num projeto secreto, um novo smartphone que seria lançado em 2016.

A Nokia foi líder de mercado no fabrico de telemóveis, mas não se adaptou à mudança para o touchscreen, passando rapidamente para trás de empresas como a Samsung ou a Apple.

A empresa finlandesa abandonou o negócio dos telemóveis quando, há cerca de um ano, a Microsoft comprou essa divisão da empresa por cerca de 7,2 mil milhões de euros. Recentemente a Nokia confirmou a compra da francesa Alcatel-Lucent, por cerca de 15,6 mil milhões de euros.