Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Negócio de 200 milhões: Blackstone quer comprar dois centros comerciais em Portugal

  • 333

Ana Baião

A empresa norte-americana de private equity está interessada em adquirir o Fórum Almada e o Fórum Montijo, segundo avança a agência de informação financeira Bloomberg.

Constança Lameiras

A Blackstone "está muito perto" de chegar a acordo para comprar o Fórum Almada e o Fórum Montijo a um fundo denominado por CG Malls Europe, controlado pelo banco alemão Commerzbank AG, segundo confirmaram duas fontes próximas do processo à Bloomberg.

Os centros comerciais portugueses em questão poderão valer 100 milhões de euros cada, números avançados por uma terceira fonte à Bloomberg. Situados no Montijo e em Almada, os dois espaços têm uma área combinada de aproximadamente 75 mil metros quadrados.

A maior private equity em termos de investimento imobiliário geria 81 mil milhões de dólares (75,2 mil milhões de euros) em ativos em todo o mundo, no final de dezembro do ano passado. A empresa está à procura de oportunidades de compra em Portugal, que tem um setor imobiliário "atractivo", como já tinha sido referido em fevereiro pelo administrador executivo da empresa.

A Bloomberg avança também que a Jones Lang La Salle, empresa de serviços financeiros e profissionais, especializada em serviços de imobiliário e gestão de investimento, é a conselheira deste acordo.

Segundo a agência de imobiliário Aquirre Newman, o investimento em Portugal em 2015 vai ascender a mil milhões de euros, um valor superior aos 730 milhões de euros do ano passado.

O crescimento económico de Portugal vai passar dos 0,9% em 2014 para os 1,7% este ano, motivado pelas exportações e investimento, segundo as previsões do Banco de Portugal.

Em Dezembro de 2014, a Blackstone comprou dez ativos imobiliários à ESAF, gestora de fundos do Novo Banco, num valor que ascendeu aos 220 milhões de euros, naquela que foi considerada a maior transacção no imobiliário comercial no nosso país nos últimos anos.

Mais recentemente, em março deste ano, fundos de investimento geridos pela Blackstone adquiriram o Alverca Park, por um valor que não foi tornado público.