Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

"Não me considero rico, sou trabalhador", diz Américo Amorim

O "rei" da cortiça em Portugal diz que não se considera rico, mas um mero trabalhador

Depois de Warren Buffet ter apelado aos políticos para deixarem de "mimar" os milionários com isenções fiscais, foram os franceses mais ricos que defenderam um imposto especial.



Já o Governo espanhol poderá mesmo aprovar, na próxima sexta-feira, o aumento de impostos sobre as grandes fortunas. 



E por cá, o que pensa o homem mais rico? Américo Amorim, o maior bilionário português segundo o estudo anual da Exame, disse apenas que não se considera rico, quando questionado se aceitaria um imposto sobre os maiores patrimónios.



"Não me considero rico. Sou trabalhador", declarou o líder da Corticeira Amorim ao "Jornal de Negócios".



Américo Amorim lidera a lista da Exame dos 25 mais ricos de Portugal, com uma fortuna avaliada em €2,6 mil milhões.