Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Montepio com prejuízos de 187 milhões de euros

  • 333

O banco liderado por Tomás Correia melhorou os resultados face a 2013, ano em que teve prejuízos de 298,6 milhões de euros.

Em 2014, o Montepio teve prejuízos de 187 milhões de euros, o que o banco justifica com fatores negativos de "natureza não recorrente no montante de 274,1 milhões de euros". No ano anterior, os prejuízos tinham sido de 298,6 milhões.

O produto bancário aumentou 108%, para 784,5 milhões de euros, beneficiando da margem financeira (crescimento de 49,4%, para 336,5 milhões) e dos resultados de operações financeiras. 

As provisões e imparidades aumentaram 245,9 milhões de euros, ou 61,9%, o que o Montepio atribui à "ainda débil conjuntura macroeconómica e ao registo de 208,9 milhões de euros relacionados com fatores de natureza não recorrente".

Ao nível da liquidez, o Montepio destaca o facto de os depósitos de clientes terem aumentado 1,4%, para 14.243 milhões de euros. O rácio de transformação caiu de 110% em 2013 par 106% no ano passado tendo-se verificado, por outro lado, uma diminuição da dependência do financiamento junto do Banco Central Europeu (BCE) em 919 milhões de euros, para 2476 milhões de euros.