Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Manuel Fernando Espírito Santo só falou com a PT quando a Rioforte não podia pagar

O administrador pela área não-financeira do GES afirma não ter tido conhecimento do investimento de quase 900 milhões de euros da Portugal Telecom (PT) em dívida da Rioforte.

Manuel Fernando Espírito Santo Silva afirmou esta manhã aos deputados da comissão parlamentar de inquérito que sabia que a Portugal Telecom, desde 2001/02, investia em papel comercial do grupo Espírito Santo, mas logo salientou: "Nunca tive contacto com a PT". Segundo ele, eram os intermediários financeiros que "cuidavam da colocação de dívida das empresas do grupo", "muitas vezes não sabiamos quem eram os destinatários". 

O responsável pela área não-financeira do Grupo Espírito Santo referiu ainda que só teve uma reunião com os responsáveis da PT quando soube que a Rioforte não podia pagar o investimento de cerca de 900 milhões.  

E rematou: "A Rioforte funciona com uma comissão executiva e quando havia necessidade de emitir dívida eles faziam-no. Só soube que a PT decidiu reaplicar o dinheiro na Rioforte devido à situação da ESI". Ou seja, houve uma transferência do investimento que estava na ESI para a Rioforte.