Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Economia

Lavagem de dinheiro leva a demissão no maior banco europeu

  • 333

David Bagley, responsável pela regulação do banco HSBC, demitiu-se perante a comissão do senado norte-americano que investigou o envolvimento do banco em lavagem de dinheiro

Alexandre Costa (www.expresso.pt)

O envolvimento do banco HSBC, nos Estados Unidos, na lavagem de dinheiro dos cartéis de droga mexicanos, assim como em potenciais transacções ilícitas com países como o Irão, Síria, Ilhas Cayman e Arábia Saudita, levou ontem David Bagley, responsável pela regulação da instituição desde 2002, a anunciar a sua demissão perante o senado norte-americano.

O senador Carl Levin afirmara: "as desculpas e os compromissos para melhorar são bem-vindos, mas responsabilização pela conduta do passado é essencial e é o que tem faltado aqui".

Essa responsabilização acabou por ser parcialmente assumida por Bagley. "Reconheço que houve significativas áreas de fracasso. Apesar dos melhores esforços e intenções de muitos profissionais dedicados, a HSBC ficou aquém das nossas expetativas e das expectativas dos nossos reguladores. Isto é algo que um banco a procurar fazer negócios nos Estados Unidos e globalmente deve consciencializar e dar passos para evitar no futuro", referiu o responsável do maior banco europeu, na intervenção em que anunciou a sua demissão.

Em causa. estão transações de milhares de milhões de dólares efectuadas entre 2001 e 2007, através da HBUS, principal filiada da HSBC nos Estados Unidos, sem garantias de que os dinheiros envolvidos não proviessem de actividades ilícitas como o narcotráfico ou o terrorismo.