Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Joaquim Goes também não sabia dos investimentos da PT no BES

Joaquim Goes, administrador do BES e administrador não executivo da PT, diz não saber nem ter tido qualquer intervenção nos investimentos da Portugal Telecom (PT) no grupo Espírito Santo. Ocupava o cargo enquanto representante do acionista BES na empresa

Os investimentos feitos pela PT em dívida do GES não passava pelo conselho de administração da PT onde Joaquim Goes tinham assento. O ex-administrador do  BES refere mesmo que a gestão de tesouraria da PT não passava pelo órgão social onde participava, nem tinha de passar.

Goes esclareceu por várias vezes aos deputados da comissão parlamentar de inquérito ao caso BES/GES  que não só não teve intervenção nos investimentos da PT no grupo, como não tinha conhecimento.

Os investimentos da PT no grupo Espírito Santo aconteceram durante vários anos. No início deste ano foi renovado um investimento em dívida da Rioforte no montante de quase 900 milhões de euros. Joaquim Goes diz que o assunto não foi abordado em conselho de administração onde estava presente. Se o foi na comissão executiva, não sabe.

Também Morais Pires, administrador financeiro do BES e administrador não executivo da PT em representação do BES, havia dito o mesmo.  

A audição de Joaquim Goes durou seis horas.