Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Inspetores tributários defendem-se no caso da 'lista VIP'

  • 333

Sindicato dos profissionais da inspeção tributária e aduaneira recusa acusações de irresponsabilidade dos trabalhadores da Autoridade Tributária no desempenho das suas funções.

A Associação Sindical de Profissionais de Inspeção Tributária e Aduaneira (APIT) manifestou-se indignada com as críticas de que os trabalhadores da Autoridade Tributária (AT) desempenhariam funções de forma irresponsável. Em causa está a polémica em torno da 'lista VIP', cujos holofotes estão a atingir os funcionários dos impostos.

Através de um comunicado publicado no site e enviado aos trabalhadores que representa, o sindicato afirma que "a nossa ação, a ação da AT, se rege pelo respeito da lei e das funções para que somos e devemos ser nomeados pelo Estado. O contrário, o exercício determinado pela simples obediência a ordens, que até podem ter caráter ilegal e irregular, é claramente uma ideia perigosa e que deve ser fortemente combatida! Por todos! Pela APIT na sua ação institucional, e por cada um de nós no exercício diário das suas funções".

A associação sindical lamenta e considera "uma afronta que, levianamente, se esteja a permitir que o cerne da questão seja, por um lado, desviado para um ataque à seriedade e profissionalismo de todos aqueles que na AT exercem as suas funções e, por outro, paralelamente se procurem criar condições para obstar e até obstruir a ação de controlo, fiscalização, inspeção e investigação da Autoridade Tributária e Aduaneira".

Ao Expresso, o presidente da APIT, Nuno Barroso, lembra que ainda há que saber quem mandou criar a dita 'lista VIP' e perceber se houve ou não interferência política. O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Paulo Núncio, tem reafirmado o desconhecimento da lista.

Falta também conhecer, acrescenta o sindicalista, o relatório que a direção de informática da AT fez depois do pedido do subdiretor, José Maria Pires (que se demitiu na semana passada, juntamente com o diretor-geral, António Brigas Afonso).

A APIT aguarda por uma reunião de trabalho sobre este assunto com a indigitada diretora-geral da AT, Helena Borges.