Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Economia

Guerra de poder divide família Queiroz Pereira

  • 333

Pedro Queiroz Pereira é acusado de controlar ilegalmente a Semapa. E acusa a sua irmã Maude e o grupo Espírito Santo de quererem ficar com a proprietária da Portucel e da Secil.

Pedro Lima e Ricardo Costa

Há uma guerra de poder em curso no grupo Queiroz Pereira. A transferência de uma participação entre empresas que controlam a Semapa colocou em confronto Pedro Queiroz Pereira, de 64 anos, e a sua irmã Maude, mais nova um ano, e já foi parar aos tribunais.

Pedro Queiroz Pereira, que lidera a Semapa, é acusado de ter passado a controlar este grupo de forma ilegal e diz que a família Espírito Santo está a tentar controlar a Semapa, em conjunto com Maude. Neste momento ainda decorrem negociações entre o empresário e o Grupo Espírito Santo de forma a encontrar uma solução pacífica.

Em entrevista ao Expresso, Maude Queiroz Pereira diz que "após a venda dos 10% da Cimigest à Sodim, o meu irmão deixou de precisar do meu apoio para controlar o grupo e afastou-me rapidamente da gestão das empresas".

Leia mais na edição deste sábado do Expresso.