Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Governo abandona TGV em definitivo

Ministério da Economia fez o anúncio depois do chumbo do Tribunal de Contas ao troço Poceirão-Caia.

O Governo anunciou hoje que o projeto do TGV (comboio de alta velocidade) será "definitivamente abandonado", depois do chumbo do Tribunal de Contas ao contrato do troço Poceirão-Caia.

O anúncio foi feito em comunicado divulgado pelo Ministério da Economia, tutelado por Álvaro Santos Pereira.

A nota adianta que o Governo vai analisar "com pormenor" os termos do acórdão do Tribunal de Contas, hoje conhecido, "de modo a defender o interesse público e os contribuintes portugueses".

O comunicado refere que a decisão do Tribunal de Contas "vem, na perspetiva do Governo, encerrar a polémica em torno do projeto do TGV, que será, assim, definitivamente abandonado".

Ainda de acordo com a nota, o Governo reafirma que, em termos de redes ferroviárias transeuropeias, a sua prioridade está nas ligações de transporte de mercadorias a partir de Sines e Aveiro, visando "reforçar as condições para o aumento da competitividade das exportações portuguesas".

Para o Executivo de Pedro Passos Coelho, perante "a possibilidade de, no futuro, explorar estas ligações, que dispensam a alta velocidade, a Espanha e a França continuarão a merecer o trabalho do Governo português junto destes países e das instâncias europeias".

O acórdão do Tribunal de Contas assinala que foram detetadas violações ao caderno de encargos do concurso.