Siga-nos

Perfil

GIC - Global Investment Challenge

GIC 2017

Conhecer um novo mundo

Para Rui Miranda participar no GIC é ter acesso a mais conhecimentos sobre os mercados financeiros.

Licenciado em engenharia electromecânica, Rui Miranda, de 25 anos, está a participar pela primeira vez no Global Investment Challenge. “Com a minha participação quero tentar perceber o potencial e a mecânica desta área”, esclarece sobre o que o levou a inscrever-se na competição.

Nas primeiras semanas de prova conta que devido à falta de experiência realizava transações mais reduzidas, quer a nível monetário quer em quantidade. “Tento o melhor possível a utilização de limites, esperando melhorias de mercado para rentabilizar ao máximo uma posição”, acrescenta. Uma vez que no GIC se está perante uma simulação, não se sente tanto a pressão de quando se está a investir dinheiro real. “A principal dificuldade, para quem não está inteirado do processo, passa pela nomenclatura, pelas ações que é possível realizar e timings”, aponta este participante.

Na opinião de Rui Miranda o GIC é “bom para aumentar o nível de conhecimento” na área dos mercados financeiros.