Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Frente Comum promete grande 'manif' no fim de maio

A Frente Comum está a preparar uma grande ação nas comemorações do primeiro de maio, reivindicando "salários e pensões justas" para os funcionários públicos.

A Frente Comum prometeu hoje uma "grande manifestação nacional" na última semana de maio, estando também a preparar "ações fortes" nas comemorações do primeiro de maio, exigindo "salários e pensões justas" para os funcionários públicos.     "Ficamos para resistir, para lutar", disse a coordenadora nacional, Ana Avoila, num discurso em Lisboa da ação regional de protesto dos trabalhadores da Administração Pública, que decorre também hoje no Porto.    Referindo que as medidas do Programa de Estabilidade e Crescimento "ainda não são legislação", Ana Avoila afirmou que "até 2013 temos de estar constantemente a falar (...) para não perdermos o que conquistámos no 25 de abril".    Ana Avoila disse que a ação regional de protesto contou com a presença de cerca de mil participantes, que desfilaram em Lisboa desde a Praça da Estrela até à residência do primeiro ministro.    A Frente Comum entregou também uma resolução ao gabinete do primeiro ministro, na qual exige "salários e pensões justas, aposentação mais digna, estabilidade laboral e um sistema de avaliação justo" dos funcionários públicos.   *** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.