Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

"Fiz fé no meu primo", diz José Manuel Espírito Santo

José Manuel Espírito Santo assinou duas cartas de conforto num valor de quase 800 milhões de euros por confiar no primo e"companheiro de 50 anos". "Quem é que em Portugal não confiava no Doutor Ricardo Salgado?", questionou.

José Manuel Espírito Santo assinou duas cartas de conforto no valor de usar 800 milhões de euros a pedido de Ricardo Salgado porque confiava no presidente-executivo do grupo e seu primo.

Quando questionou Salgado sobre se estava tudo bem, Ricardo terá respondido"sim senhora, não te preocupes".

"E eu fiz fé no meu presidente da comissão executiva no meu companheiro de 50 anos e no meu primo. Assinei as cartas."

Disse que não se arrepende de ter assinado estas cartas nem de ter confiado no primo. "Não me arrependo do que faço. Tenho é que tomar as responsabilidades daquilo que faço".

"Estou surpreendido com muita coisa que se está a passar e que está a ser averiguada. Vou esperar pelos resultados me permitam continuar com essa amizade", disse. Continuo: "Se não for assim, é uma grande desilusão para mim."