Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Ferreira de Oliveira sai da Galp

  • 333

Manuel Ferreira de Oliveira, presidente executivo da Galp, na Refinaria da Galp em Sines em setembro de 2013

José Ventura

A saída do presidente executivo da Galp já era dada como certa, mas dentro da empresa admitia-se que o vice-presidente Luís Palha da Silva ia ficar pois era considerado um dos candidatos à sucessão de Ferreira de Oliveira. Carlos Gomes da Silva é agora o nome mais provável.

Pedro Lima e J.F. Palma-Ferreira

O presidente executivo da Galp vai sair da empresa. Segundo um comunicado ao mercado, a Galp refere que Manuel Ferreira de Oliveira e o vice-presidente Luís Palha da Silva comunicaram que não pretendem "integrar as listas para qualquer órgão social da Galp Energia na próxima assembleia geral da sociedade, que é eletiva, e que se realizará no próximo dia 16 de abril".

A indisponibilidade dos dois gestores foi conhecida esta sexta-feira na reunião do conselho de administração, que é presidido por Américo Amorim.

A saída de Ferreira de Oliveira já era dada como certa mas dentro da empresa admitia-se que Luís Palha da Silva ia ficar. Palha da Silva, que foi presidente executivo da Jerónimo Martins, era mesmo apontado como um dos candidatos a suceder a Ferreira de Oliveira, que entrou na empresa há 16 anos, primeiro como presidente executivo da Petrogal e depois como presidente da comissão executiva, cargo que ocupava há nove anos.

De acordo com a proposta que vai ser submetida a votação dos acionistas na assembleia geral, Américo Amorim mantém, no próximo mandato (que termina a 31 de dezembro de 2018), o cargo de presidente do conselho de administração, havendo depois que decidir quem ocupará o cargo de presidente executivo. Carlos Gomes da Silva é o nome mais provável.