Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Export Home mostra porque é que o mobiliário português tem sucesso mundial

  • 333

Exportações de móveis e iluminação ultrapassaram os 1,5 mil milhões de euros.

Mais de uma centena de expositores representativos da oferta nacional na fileira casa apresentam até sábado, na Exponor, em Matosinhos, criações e marcas portuguesas de referência nos setores do mobiliário e iluminação que partilham a vocação exportadora.

Juntos, os sectores do mobiliário e iluminação exportaram 1,5 mil milhões de euros em 2014, mostram os dados do Instituto Nacional de Estatística.

Só em móveis, colchões e estofos, as vendas de Portugal ao exterior somaram 1,38 mil milhões de euros no ano passado, o que representa um crescimento de 13% face a 2013 e dá a este sector uma das melhores taxas de cobertura da indústria nacional (238%).

Para isso, contribuem empresas como a Fenabel, líder na produção de cadeira, habituada a exportar 70% do que produz, a K-Lighting, marca de iluminação da Candibambu,  comercializada em 20 mercados, a IDC Mobiliário,  que exporta 65% das três mil peças produzidas mensalmente, ou a Gualtorres, a vender no exterior 95% dos seus moveis doméstico de linhas contemporâneas.

Mostrar o trabalho destas empresas, o peso crescente da produção nacional no mercado global e o bom momento da fileira casa portuguesa, é um dos objetivos do certame, já na sua 26ª edição. Apresentar o made in Portugal aos compradores internacionais é outra missão da feira, que espera mais de 500 visitantes profissionais de diferentes países.