Siga-nos

Perfil

Exame

Exame

Turismo, a nossa mina de ouro

Bastaram menos de 10 anos para as atividades ligadas ao turismo praticamente duplicarem a contribuição para a economia nacional. Leia mais na edição de Julho da Exame já nas bancas

E de repente o turismo tornou-se o “salvador da pátria”, o sector que mais está a ajudar ao aumento das exportações, à saída de Portugal do défice excessivo, ao crescimento do PIB acima das previsões de Bruxelas. Mas este sucesso não pode ser visto só nos grandes números, que de facto são expressivos. Só em 2016, as receitas geradas pelos turistas estrangeiros dispararam 10,7%, para 12,7 mil milhões de euros, com o turismo a valer o equivalente a um quarto das exportações portuguesas de mercadorias e a praticamente metade das exportações portuguesas de serviços.
A verdadeira chave do sucesso é que os turistas amam Portugal e tudo o que encontram neste país pequeno mas diversificado, desde as sardinhas assadas aos já icónicos pastéis de nata, à alma dos bairros de “outras eras”, entretanto recuperados em Lisboa ou no Porto, até às aldeias mais remotas do interior. O que mais cativa os turistas que vêm a Portugal? É sobretudo um povo que sabe acolher.
“No turismo temos tudo de bom para poder crescer: condições naturais ótimas, um clima fabuloso, uma gastronomia espetacular e capacidade hoteleira disponível. Mas, acima de tudo, temos a melhor coisa que pode existir para o turismo, que são os portugueses. E esta é uma grande mais-valia face a muitos outros países”, salienta Francisco Calheiros, presidente da Confederação do Turismo Português (CTP).

Leia mais na edição de julho de 2017 da Exame