Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Empresa que assessorou a privatização da EDP foi contratada pelo Novo Banco

A Perella está a assessorar o Novo Banco e a dar apoio nas operações de venda que a instituição está a fazer e a preparar. A compra do BES Investimento pelos chineses Haitong, esta semana, já foi feita pela empresa de Paulo Cartucho Pereira. 

Anabela Campos

A administração liderada por Stock da Cunha contratou há cerca de um mês a Perella Weinberg para assessorar o Novo Banco em eventuais vendas que a instituição venha a fazer, inclusive a alienação do próprio banco. A venda do BES Investimento já foi feita pela empresa de Paulo Cartucho Pereira.

A empresa, com sede em Londres e que tem como acionista Paulo Cartucho Pereira, um especialista em fusões e aquisições, tornou-se visível em Portugal durante a privatização da EDP e da REN, em 2011. A contratação da Perella pelo Governo para assessorar o Estado na venda destas duas empresas foi aliás duramente criticada por José Maria Ricciardi, presidente do BESI. 

Uma desconhecida em Portugal antes das duas operações de privatizações do sector energético efetuadas pelo governo de Passos Coelho, a Perella está agora bastante envolvida em negócios em Portugal, além de assessorar o Novo Banco está também a apoiar a francesa Altice, empresa candadita à compra da PT Portugal. A Perella apresenta-se como uma boutique de investimento.

A contratação da Perella pelo Novo Banco foi confirmada por fonte oficial da instituição.