Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Efanor controla 68,6% da Sonae Indústria

Holding pessoal de Belmiro de Azevedo reforça posição na sequência do aumento de capital da empresa.

A Efanor, holding pessoal de Belmiro de Azevedo, passou a deter, direta e indiretamente, uma posição de 68,6% no capital da Sonae Indústria, na sequência do aumento de capital da empresa.

A operação de aumento de capital no valor de 150 milhões de euros tinha sido anunciada a 30 de outubro pela Sonae Indústria, visando "novas entradas de dinheiro" através da oferta de 15 mil milhões de novas ações, a um cêntimo cada.

Os investidores apenas subscreveram 11,2 mil milhões  de ações pelo que a empresa encaixou 112 milhões de euros, 75 milhões dos quais foram injetados pela Efanor, que já era o maior acionista da Sonae Indústria.

Em comunicado enviado esta quinta-feira à CMVM, a Sonae Indústria diz que passaram a ser imputáveis à Efanor um total de 7.787.566.161 ações, representativas do capital social e dos direitos de voto da Sonae Indústria.