Siga-nos

Perfil

Economia

Energia

EDP aprova contas e dividendos com 99,9% de apoio dos acionistas

  • 333

A elétrica presidida por António Mexia e liderada pela China Three Gorges teve "luz verde" dos acionistas para a distribuição de 676 milhões de euros em dividendos, em linha com o montante distribuído no ano passado.

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

Os acionistas da EDP aprovaram esta terça-feira, na assembleia geral da elétrica, em Lisboa, as contas do grupo relativas a 2014, bem como a proposta de atribuição de um dividendo de 18,5 cêntimos de euro por ação, num total de 676,4 milhões de euros de remuneração acionista. Tanto o relatório e contas como a aplicação de resultados tiveram 99,9% de votos favoráveis dos acionistas.



A assembleia geral de acionistas da EDP decorre esta terça-feira no edifício da nova sede da EDP, que deverá ser inaugurado nos próximos meses. O encontro anual de acionistas arrancou com 76% do capital da elétrica representado.



Liderada pela China Three Gorges, com uma participação de 21,35%, a EDP irá nesta assembleia reconduzir António Mexia como presidente do conselho de administração executivo e Eduardo Catroga como presidente do Conselho Geral e de Supervisão, em representação da Three Gorges.



A ordem de trabalhos da assembleia geral inclui ainda várias alterações aos estatutos da EDP, relacionadas com a saída da Parpública do capital da empresa e com o aumento do número de administradores executivos.