Siga-nos

Perfil

Economia

Energia

Ações da Galp caem mais de 6% com novo plano estratégico

  • 333

Galp chegou a cair esta terça-feira mais de 7% em bolsa.

Tiago Miranda

Petrolífera já perdeu esta terça-feira mais de 500 milhões de euros da sua capitalização bolsista, após a apresentação de um plano que prevê um menor crescimento dos resultados.

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

As ações da Galp Energia estão a cair esta terça-feira mais de 6%, com os investidores a reagirem negativamente às novas perspetivas que a companhia apresentou no seu plano estratégico para o horizonte de 2019.

Às 11h46 os títulos da Galp seguiam cotados a 9,56 euros, com uma queda de 6,27% desde a abertura da bolsa de Lisboa. Uma descida que só na manhã de hoje desvalorizou a Galp em mais de 500 milhões de euros, tendo a petrolífera agora uma capitalização bolsista de 7.928 milhões de euros.

As ações da Galp já estiveram a perder, na manhã desta terça-feira, mais de 7% do seu valor, tendo entretanto atenuado a queda.

O novo plano estratégico da Galp fica marcado por um corte de 20% no investimento anual da petrolífera. O grupo liderado por Manuel Ferreira de Oliveira previa no seu plano 2014-2018 um investimento anual entre 1,5 e 1,7 mil milhões de euros. Agora, no plano para 2015-2019 a Galp estima um "capex" anual de 1,2 a 1,4 mil milhões de euros.

A Galp prevê ainda que o seu EBITDA (resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) apresente até 2019 um crescimento médio anual da ordem dos 20%, que contrasta com a previsão de crescimento médio anual de 25% que tinha sido feita para o horizonte de 2018.