Siga-nos

Perfil

Economia

Energia

Lucro da REN afunda 70%

  • 333

A empresa lucrou 6,1 milhões de euros até março. A queda no resultado é explicada pela não repetição da mais-valia que a REN teve em 2015 com a venda da sua participação na Enagás

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

O lucro da REN - Redes Energéticas Nacionais no primeiro trimestre deste ano cifrou-se em 6,1 milhões de euros, menos 70% do que no mesmo período do ano passado, informou a empresa em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

A queda acentuada do resultado líquido resultou do facto de em 2015 o ganho da REN no primeiro trimestre ter sido impulsionado pela venda da sua participação na espanhola Enagás, um impacto que já não se verificou em 2016.

Segundo a REN, numa base recorrente, sem eventos extraordinários (e sem contabilizar a Contribuição Extraordinária sobre o Sector Energético), a empresa teria tido até março um lucro de 32 milhões de euros, que seria 5,6% superior ao registado no período homólogo de 2015.

No primeiro trimestre o EBITDA (resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) baixou 12,4%, para 121,1 milhões de euros.

O investimento da empresa no primeiro trimestre foi de 11,3 milhões de euros, mais 35% que no ano passado. Em março a dívida líquida da REN ascendia a 2,47 mil milhões de euros.