Siga-nos

Perfil

Economia

Energia

EDP vende nova tranche de €348 milhões de défice tarifário

  • 333

A empresa voltou a alienar a terceiros uma parcela da dívida tarifária do sector elétrico, que no final de março ainda rondava os 5,3 mil milhões de euros

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A EDP alienou uma nova parcela de défice tarifário do sector elétrico, colocando junto de outros investidores títulos representativos de 348 milhões de euros do défice tarifário de 2016.

A parcela alienada (os compradores não foram revelados) corresponde a uma parte do sobrecusto da produção do regime especial (PRE, relativa a fontes como as renováveis e as centrais de cogeração) previsto para este ano, e que, em vez de ser imediatamente imputado aos consumidores, apenas será recuperado nas tarifas elétricas ao longo dos próximos cinco anos.

As operações de titularização de défices tarifários por parte da EDP têm sido recorrentes. A última transação deste género data de 18 de abril e ascendeu a 700 milhões de euros.

Ao vender a terceiros os títulos sobre a dívida tarifária, a EDP encaixa de imediato o valor que receberia de forma parcelada ao longo de cinco anos, prescindindo dos juros que estão associados ao pagamento diferido daqueles montantes.

No final do primeiro trimestre o sistema elétrico português mantinha uma dívida tarifária de quase 5,3 mil milhões de euros, dos quais 2,4 mil milhões são créditos da EDP e pouco mais de 2,8 mil milhões de euros já foram titularizados a outros investidores.