Siga-nos

Perfil

Economia

Energia

Trabalhadores da EDP vão ter aumento salarial de 1,3%

  • 333

Administração e funcionários chegaram a acordo sobre a atualização salarial para este ano, que contempla ainda o pagamento de um prémio de 190 euros por trabalhador

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A EDP e as estruturas representativas dos seus trabalhadores chegaram na quarta-feira a um acordo para aumentos salariais de 1,3%, que entram em vigor já no mês de abril, com efeitos retroativos a janeiro.

O acordo, anunciado em comunicado pelos sindicatos Sindel e Fiequimetal, põe termo a uma negociação que durava há mais de dois meses e que começou com posições muito distintas, com a EDP a oferecer uma atualização de 0,2% e os trabalhadores a reivindicar aumentos da ordem dos 4%.

Segundo a Fiequimetal, federação sindical ligada à CGTP, o acordo laboral na EDP prevê ainda o pagamento aos trabalhadores de um prémio de 190 euros, dependente da assiduidade, avaliação de desempenho e inexistência de faltas injustificadas.

O aumento salarial surge depois de em 2015 a EDP ter apresentado lucros de 913 milhões de euros, menos 12% que no ano anterior. O grupo EDP conta com um total de mais de 12 mil trabalhadores, dos quais 6.683 em Portugal.