Siga-nos

Perfil

Economia

Energia

Galp investe 5,5 mil milhões de euros até 2020

  • 333

Plano de investimento da petrolífera portuguesa leva um corte de 15% face ao anterior plano de negócios, apresentado há um ano

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A Galp Energia pretende investir globalmente 5,5 mil milhões de euros ao longo dos próximos cinco anos, com 85% desse montante a concentrar-se no negócio de exploração e produção de petróleo, anunciou o grupo esta terça-feira em Londres, no seu encontro anual com investidores.

O investimento projetado até 2020 traduz-se num corte de 15% face aos 6,5 mil milhões de euros de investimentos que a Galp tinha estimado no anterior plano de negócios, para o período de 2015 a 2019. Nesse plano a Galp já tinha efetuado um corte de 20% no investimento face à estratégia anunciada um ano antes.

Segundo a petrolífera presidida por Carlos Gomes da Silva, ao longo dos próximos cinco anos a Galp aplicará a maior parte dos seus recursos na exploração e produção de petróleo, sendo que 60% dos montantes já estão reservados para projetos concretos em curso no grupo.

Ao corte no plano de investimento não é alheia a tendência de abrandamento de projetos da indústria petrolífera global, resultado da queda histórica da cotação do crude, que veio pôr em causa a rentabilidade de algumas apostas mais dispendiosas na prospeção e produção. Mas a Galp justifica o corte também com ganhos de eficiência e ajustamentos em projetos já em curso.

O plano apresentado esta terça-feira em Londres prevê ainda que a Galp alcance em 2020 um EBITDA (resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) em torno de 2 mil milhões de euros só na área da exploração e produção, com um crescimento médio anual de 40% entre 2015 e 2020.

Há um ano a Galp comprometia-se ainda a manter a sua dívida líquida num nível máximo de duas vezes o valor do seu EBITDA. O rácio agora proposto para o endividamento é de uma dívida inferior ao próprio EBITDA a partir de 2019.

O jornalista viajou a Londres a convite da Galp Energia.