Siga-nos

Perfil

Economia

Energia

EDP quer reduzir dívida para 16,5 mil milhões de euros

  • 333

Luís Barra

A EDP fechou 2015 com uma dívida líquida de 17,4 mil milhões de euros, que em janeiro já foi reduzida, devendo o esforço de desalavancagem continuar este ano

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A EDP tenciona este ano reduzir o seu endividamento, tendo como meta para 2016 que a sua dívida líquida não exceda os 16,5 mil milhões de euros, revelou o presidente da EDP, António Mexia.

Em 2015 o grupo viu a sua dívida crescer 2% para 17,4 mil milhões de euros. Já em janeiro a venda ,de alguns ativos nos Estados Unidos permitiu à EDP encaixar perto de 500 milhões de euros e baixar a dívida para menos de 17 mil milhões de euros.

Na conferência de imprensa de apresentação dos resultados anuais António Mexia assegurou que a desalavancagem financeira do grupo continua a ser uma prioridade da sua equipa de gestão.

Só em 2015 a EDP teve um resultado financeiro negativo em 833 milhões de euros, devido sobretudo aos juros relacionados com o endividamento do grupo.