Siga-nos

Perfil

Economia

Energia

Goldenergy garante que problema apontado pela ERSE está “ultrapassado”

  • 333

Lucília Monteiro

A empresa de comercialização de gás natural e eletricidade foi alvo de uma coima de 50 mil euros do regulador, mas assegura que tem o serviço de atendimento mais eficaz do mercado

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

O presidente da Goldenergy Nuno Afonso Moreira garante que as falhas no atendimento aos clientes, que originaram por parte do regulador da energia uma coima de 50 mil euros, são um tema "muito antigo" e que "já está claramente ultrapassado".

Esta terça-feira, a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) revelou ter aplicado à Goldenergy uma coima de 50 mil euros por falhas no atendimento aos clientes, impondo ainda à empresa a obrigação de reforçar o seu serviço de atendimento telefónico, com reportes mensais ao regulador dos progressos feitos.

Nuno Afonso Moreira desvaloriza a questão. "Este assunto das falhas no atendimento telefónico reporta ao ano 2014 e em sede própria a Goldenergy teve oportunidade de contestar com factos aquilo que nos imputavam", comenta o gestor em declarações ao Expresso.

Salientando que a Goldenergy tem crescido no mercado liberalizado e reconhecendo que isso acarreta "responsabilidades", Nuno Afonso Moreira assegura que a empresa "está sempre atenta a essas responsabilidades".

O responsável da empresa diz mesmo que a Goldenergy se destaca pela positiva no capítulo do atendimento. "Somos o comercializador com o serviço de atendimento mais eficaz e eficiente do mercado energético", assegura Nuno Afonso Moreira.