Siga-nos

Perfil

Economia

Energia

EDP emite dívida a 60 anos

  • 333

Alberto Frias

A elétrica fez uma emissão de dívida de 750 milhões de euros que só vence em 2075, mas a EDP tem a opção de reembolsar os investidores dentro de cinco anos e meio

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A EDP anunciou esta quinta-feira uma operação de financiamento através da qual irá emitir instrumentos de dívida no valor de 750 milhões de euros e com um prazo bem mais dilatado do que é normal: 60 anos.

Em comunicado, a elétrica presidida por António Mexia indicou que esta dívida pagará aos investidores um juro de 5,375%.

Esta é uma operação que assenta em títulos de dívida cujo prazo e remuneração são sujeitos a várias condições e estão associados a outras obrigações emitidas pela EDP.

Os títulos vencem apenas em setembro de 2075, mas a EDP tem a opção de reembolsar os investidores (comprando as obrigações) daqui a cinco anos e meio, refere o comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Esta operação, explica a EDP, destina-se a financiar as necessidades decorrentes da atividade normal do grupo. Segundo a empresa, a emissão permite “melhorar as suas métricas de crédito e reforçar a flexibilidade financeira”.

A emissão contou com a participação de vários bancos, nomeadamente o Deutsche Bank, UBS, BNP Paribas, HSBC, JP Morgan, Santander e o BCP.