Siga-nos

Perfil

Economia

Energia

REN aumenta lucro do primeiro semestre em 29%

  • 333

A empresa que gere as redes energéticas nacionais ganhou 75 milhões de euros até junho, beneficiando, em parte, de um desfecho favorável num diferendo que tinha com a Autoridade Tributária

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A REN - Redes Energéticas Nacionais conseguiu no primeiro semestre deste ano um resultado líquido positivo de 75,3 milhões de euros, mais 29% do que no período homólogo do ano passado, informou a empresa em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Este crescimento do lucro foi impulsionado principalmente por fatores extraordinários, com destaque para a recuperação de quase 10 milhões de euros relativamente a um diferendo fiscal com a Autoridade Tributária que entretanto foi julgado a favor da REN.

Numa base recorrente, o lucro da REN de janeiro a junho cifrou-se em 63,6 milhões de euros, menos 12% do que no mesmo período do ano passado.

O EBITDA (resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) da empresa liderada por Rodrigo Costa avançou 0,8%, para 254,3 milhões de euros, indica o comunicado da REN à CMVM.

A empresa teve, por outro lado, um crescimento expressivo do seu volume de investimento, que ascendeu a 98,7 milhões de euros no primeiro semestre, mais 174% do que em 2014. Este aumento refletiu principalmente o custo de aquisição da capacidade de armazenagem subterrânea de gás natural em Pombal, ativos que a REN comprou à Galp.

A dívida líquida da REN, também refletindo esta aquisição, subiu 1,7% no primeiro semestre, chegando a 2494 milhões de euros no final de junho.