Siga-nos

Perfil

Economia

Dívida

Lagarde e Draghi em reunião secreta sobre a Grécia

  • 333

Na reunião secreta para discutir o que fazer com a Grécia estiveram Christine Lagarde e Mario Draghi, além do presidente do Eurogrupo e outros ministros das Finanças e comissários europeus

ERIC PIERMONT/AFP/Getty Images

Cinco ministros das Finanças do euro, os chefes do FMI e do BCE e dois comissários reuniram em Washington a 17 de abril à margem da reunião de primavera do FMI. Menu: Grécia. Adivinhe quem não foi convidado.

Uma reunião secreta sobre a crise grega ter-se-ia realizado a 17 de abril em Washington DC à margem do encontro da primavera do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial, revela o canal privado grego Mega TV. Presentes oito responsáveis europeus e Christine Lagarde, a diretora-geral do FMI. Excluído o ministro das Finanças do país em análise, Yanis Varoufakis. O canal não revela pormenores do encontro.

A discutir o que fazer com a Grécia estiveram Lagarde, a anfitriã dos encontros de primavera, Mario Draghi, o presidente do Banco Central Europeu, Jeroen Dijsselbloem, ministro das Finanças da Holanda e presidente do Eurogrupo (órgão de reunião dos ministros das Finanças da zona euro), os comissários europeus Pierre Moscovici (Assuntos Económicos e Monetários) e Valdis Dombrovskis (Diálogo Social e Europeu) e quatro ministros das Finanças das quatro maiores economias do euro: Wolfgang Schäuble, da Alemanha, Michel Sapin, de França, Pier Carlo Padoan, de Itália, e Luis de Guindos, de Espanha.

Recorde-se que, nestas reuniões da primavera do FMI, o risco grego foi incluído na análise dos riscos geopolíticos e políticos de curto prazo que marcam o panorama dos mercados financeiros e o andamento da retoma económica mundial "medíocre" (na expressão de Lagarde). O ministro das Finanças britânico George Osborne falou de um clima "notavelmente mais sombrio" sobre os impactos da crise grega, apesar das declarações oficiais de altos responsáveis europeus de que a zona euro está "blindada" a um choque grego.