Siga-nos

Perfil

Economia

Dívida

Itália ultrapassa Portugal na rentabilidade anual da dívida

  • 333

O retorno da dívida obrigacionista italiana a 52 semanas superou a rentabilidade da dívida obrigacionista portuguesa, que liderou na zona euro até final de março.

A rentabilidade da dívida obrigacionista italiana a 52 semanas regista 15,5% no fecho de terça-feira, superior à rentabilidade para a dívida obrigacionista portuguesa que ficou por 15,45%, segundo dados do índice da Bloomberg para a rentabilidade da dívida soberana (Bloomberg Global Benchmark Sovereign Bond Indexes).

As duas rentabilidades, a 52 semanas, estavam taca a taco a 2 de abril, registando, então, 15,79%. No final de março, o retorno anual era de 16,22% para a dívida portuguesa e 15,88% para a dívida italiana. Portugal liderou a zona euro neste índice da Bloomberg até final de março. A rentabilidade anual média na zona euro (englobando toda a dívida obrigacionista dos seus países membros) registava 13,58% no final de março e 13,25% no fecho de terça-feira.

No entanto, em termos de rentabilidade desde o início de 2015, Portugal ainda mantém a liderança com 7,37%, enquanto a Itália regista 6%, a Espanha 4,14%, a Irlanda 3,19% e a média de toda a zona euro 4,35%. A maturidade média da dívida italiana é de 9 anos, superior ao caso português que regista 7,88 anos. A maturidade média de toda a dívida obrigacionista da zona euro é de 9,25 anos.

A rentabilidade da dívida obrigacionista grega tem-se mantido negativa quer em termos anuais, quer desde o início de 2015. A 31 de março, a rentabilidade a 52 semanas era de -27,10% e no fecho de terça-feira subiu para -29,16%. No entanto, a 2 de abril, aquele índice chegou a atingir -31,12%. Desde o início do ano, a rentabilidade é de -8%.