Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Dívida

Espanha paga 6,19% em obrigações a cinco anos

  • 333

O Tesouro Público espanhol acaba de colocar 2219,3 milhões de euros em obrigações. No prazo a dois anos pagou 4,7%, no prazo a três anos 5,5% e no prazo a cinco anos 6,19%, o mais alto desde 1996.

Jorge Nascimento Rodrigues (www.expresso.pt)

Espanha voltou hoje ao mercado primário da dívida com uma emissão de obrigações a 2, a 3 e a 5 anos, tendo conseguido arrecadar um pouco mais do que o pretendido, mas tendo de pagar juros muito mais altos do que em operações anteriores.

O Tesouro Público espanhol emitiu 2219,3 milhões de euros, mais do que o limite máximo de 2 mil milhões pretendidos, mas pagando quase o dobro nos juros no prazo a 2 anos em relação a uma operação há três meses, e mais de 5% no prazo a 3 anos e mais de 6% no prazo a 5 anos.

No prazo a 2 anos colocou 700 milhões de euros a um juro de 4,706%, mais  do dobro do juro pago na emissão similar anterior, que se ficara por 2,069%. O juro neste prazo foi ainda assim inferior ao pago, na terça-feira, para os prazos a 12 e 18 meses, que superou os 5%.

No prazo a 3 anos colocou 918 milhões e teve de pagar 5,5%, contra 4,037% anteriormente.

No prazo a 5 anos colocou 602 milhões e teve de pagar 6,19%, o mais alto desde 1996, contra 4,319% anteriormente.

Com esta operação, o Tesouro espanhol já garantiu 61,4% das necessidades de financiamento para este ano.

Trata-se do segundo leilão de dívida espanhola esta semana. Na emissão a 12 e a 18 meses realizada terça-feira (19 de junho), o Tesouro teve de pagar mais de 5% para arrecadar 3040 milhões de euros. Pagou 5,074% a 12 meses e 5,1% a 18 meses.