Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Economia paralela vale 1/4 do PIB

No final de 2009, o peso da Economia Não Registada atingiu os  24,2% do PIB oficial, indica estudo.

Margarida Cardoso (www.expresso.pt)

Uma investigação inédita em Portugal estima que o impacto da Economia Não Registada (ENR) no Produto Interno Bruto (PIB) oficial passou de 9,3% para 24,2% entre 1970 e 2009.

O Índice da Economia não Registada resulta de uma tese de mestrado em Economia de Nuno Gonçalves e será apresentado a 9 de Dezembro, dia Internacional da Luta Contra a Corrupção, no Observatório de Economia e Gestão de Fraude  da Faculdade de Economia da Universidade do Porto.

O trabalho usa modelos MIMIC (indicadores e causas múltiplos), calcula a sua evolução em termos agregados desde 1970 e procede à sua desagregação por setores de atividade entre 1998 e 2009.

Para a estimativa de que a ENR equivale, atualmente, a cerca de 25% do PIB oficial, o estudo considerou a influência da carga fiscal, da carga de regulação e da evolução do mercado de trabalho, assim como o seu impacto em indicadores monetários.

Por setores de atividade, a ENR como percentagem do PIB oficial aumentou na agricultura e serviços, mas caiu na indústria.