Siga-nos

Perfil

Economia

Bolsa e Mercados

Bolsa de Lisboa abre no vermelho

O PSI20 está a recuar 0,22% para os 5.261,11 pontos, com a PT a liderar as perdas.

A Bolsa de Lisboa seguia esta manhã no vermelho, com o PSI20, o principal indicador, a recuar 0,22% para os 5.261,11 pontos, penalizado pelos títulos da Portugal Telecom (PT), em linha com as principais praças europeias.

De acordo com a agência financeira Bloomberg, pelas 9:15, dos 18 títulos que atualmente compõem o PSI20, oito seguiam em terreno negativo, um permanecia inalterado e nove registavam ganhos.

A liderar as perdas estava a PT, cujas ações recuavam 2,38% para os 1,354 euros, seguindo-se a Mota-Engil que perdia 1,75% para os 3,144 euros e os CTT que desvalorizavam 0,64% para os 7,75 euros.

Na banca, a abertura das negociações foi mista: o BPI perdia 0,39% para os 1,545 euros, o Banif seguia inalterado nos 0,0068 euros e o BCP ganhava 1,19% para os 0,851 euros por ação, sendo a cotada que mais valorizava.

O setor da energia abriu também indefinido, com os títulos da Galp a recuar 0,60% para os 9,473 euros mas todos os outros a registar ganhos: a REN valorizava 0,04% (2,536 euros), a EDP ganhava 0,09% (3,491 euros) e a EDP Renováveis subia 0,77% (5,468 euros).

Na Europa, as principais bolsas também abriram no vermelho. De acordo com a agência de informação financeira Bloomberg, Londres desvalorizava hoje 0,47%, Paris recuava 0,43%, Frankfurt perdia 0,20% e Madrid desvalorizava 0,32%.