Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Economia

Dar a volta: procurar emprego depois dos 50

  • 333

Ter mais de 50 anos e estar desempregado não é fácil, mas não é o fim do mundo. Veja com atenção os conselhos de quem recruta mão-de-obra em Portugal.

A Transitar, uma empresa  especializada  em  "outplacement"  e  processos  de  transição  de  carreira,  apresenta  algumas  dicas  para  conseguir  o  tão almejado emprego quando já se tem 50 anos:

- Relançar  a carreira: investir  na  área  na  qual  se  trabalhou  durante  a

maior  parte  da  vida  pode  ser  o  investimento  mais  seguro.  A  longa

experiência  e  conhecimento  prático  podem  levar  uma  empresa  a

optar por um candidato mais velho em detrimento de um mais jovem

e inexperiente. É boa ideia frequentar cursos de formação, acções de

reciclagem, e quaisquer iniciativas que possam actualizar e reforçar as

competências.

- Rever  e  actualizar o  currículo: Com  uma  carreira  longa,  importa

salientar no  seu currículo as experiências profissionais mais  relevantes,

com  maiores  probabilidades  de  contribuírem  para  que  seja  possível

obter um novo emprego. O currículo deve ser curto e conciso.

Apostar nas  novas  tecnologias: as  redes  sociais constituem  hoje  uma

forma ímpar de manter contacto com um grande número de pessoas

e entidades, o que pode abrir inúmeras portas a um novo emprego.

Para além disso, é  sempre importante estar actualizado com as mais

recentes inovações.

Criar o próprio emprego: Com a experiência e o conhecimento que

um candidato de 50 anos  tem, criar o  seu próprio posto de  trabalho

pode  ser uma  excelente  alternativa.  Já  conhece  o  mercado,  já

conhece o trabalho - do que está à espera?

- Voltar a estudar: Dizer que  "nunca é  tarde para aprender" pode  ser

um  cliché, mas  também  é  verdade.  Os  50  anos  são  uma  idade  tão

boa como outra qualquer para actualizar os conhecimentos, ou para

adquirir  formação noutra  área,  complementar ou radicalmente

diferente, que possa abrir mais portas.

Aproveitar o  momento  da  entrevista  de  emprego  para  mostrar  que,

com toda a experiência que possui, não só tem ainda muito para dar,

como  não  se  acomodou.  O  candidato  deve  exibir confiança  e

flexibilidade.

Sublinhar as  mais-valias  que  empregos  passados  possam trazer  às

funções a que  se candidata. A idade é menos importante do que a

experiência.

- Cuidar da  imagem.  O  candidato  não  deve  esconder  a  idade  que

tem,  no  entanto,  deve  assegurar-se de  que  a  sua  aparência  é  a

melhor.