Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Consumo privado foi motor de crescimento do PIB da OCDE no 4.º trimestre de 2014

  • 333

A Alemanha e o Japão estão entre os países que contribuíram positivamente para este crescimento do PIB da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

O Produto Interno Bruto (PIB) da OCDE desacelerou para 0,5% no quarto trimestre de 2014, sendo o consumo privado o principal motor de crescimento económico global, com uma contribuição de 0,5 pontos percentuais, anunciou hoje a organização.

Segundo a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico (OCDE), o PIB desta área "desacelerou ligeiramente no quarto trimestre de 2014 para 0,5%", contra os 0,6% no trimestre anterior.

O investimento também contribuiu com mais um ponto percentual para o crescimento global do PIB.

Entre as sete principais economias do mundo, o principal travão registou-se nos Estados Unidos, onde o PIB cresceu 0,5% entre outubro e dezembro, contra uma taxa de 1,2% no trimestre anterior.

No Reino Unido a atividade económica aumentou 0,6%, o mesmo do que entre junho e setembro.

Em contrapartida, no Japão o PIB cresceu 0,4% no quarto trimestre, contra recuos de 0,7% no terceiro trimestre.

A Alemanha voltou a ser a locomotora europeia, com o PIB a crescer 0,7% no quarto trimestre, que contrasta com a desaceleração da França, cujo PIB cresceu apenas 0,1% no último trimestre de 2014, depois de ter aumentado 0,3 no trimestre precedente.

Itália registou o quarto trimestre consecutivo sem expansão económica, ainda que tenha abandonado o crescimento negativo, de 0,1% no terceiro trimestre passou para 0% no quarto trimestre.

Em termos anuais, o crescimento do PIB na OCDE foi de 1,9% em 2014, depois de se ter cifrado em 1,4% em 2013.