Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Construção. Portugal regista segunda maior queda na Europa. Pior só os romenos

No total dos 18 países que partilham a moeda única, a produção da indústria da construção aumentou 1,4% face a outubro de 2013. Mas Portugal desalinha da tendência

Nuno Fox

O sector da construção em Portugal voltou a registar em outubro a segunda maior queda (-5,7%) à escala da União Europeia, de acordo com o Eurostat.

A indústria de construção portuguesa voltou a registar em outubro a segunda maior queda da produção do sector na União Europeia. A redução em termos homólogos foi de 5,7%, de acordo com o Eurostat. Pior só mesmo a Roménia.

No total dos 18 países que partilham a moeda única, a produção da indústria da construção aumentou 1,4% face a outubro de 2013. O sector regressou às subidas depois da queda de 2% em setembro. Na União Europeia subiu 1,5%, acima dos 0,3% do mês anterior. Mas Portugal desalinha da tendência.

 

Espanha recupera

De acordo com os dados divulgados esta quinta-feira pelo organismo de estatística europeu, entre os 15 países com dados disponíveis a Roménia teve a maior quebra da produção face ao mesmo mês de 2013: 11,3%. Portugal vem logo a seguir (-5,7%), seguido pela Itália (-4,3%) e Eslováquia (-4,2%). De vresto, Portugal tem permanecido este ano no topo dos países em que a produção mais caiu em termos homólogos.

Com desempenho positivo, aparecem na lista do Eurostat a Hungria (15,8%), Espanha (13,9%) e  Suécia (10,5%).

Quanto ao indicador em termos mensais, a produção aumentou na zona euro 1,3% em outubro, face a setembro, e 0,4% na União Europeia. Em setembro, os valores tinham sido negativos nos dois espaços económicos.

Na variação em cadeia, Portugal registou uma redução de 0,5%, acumulando três meses de variações negativas.