Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Como a nanociência ultrapassa ficção em Portugal

Dos atoalhados aos ladrilhos  o CeNTI - Centro de Nanotecnologia e Materiais Ténicos, Funcionais e Inteligentes acumula patentes nacionais.

Margarida Cardoso (www.expresso.pt)

O CeNTI - Centro de Nanotecnologia e Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes vai combinar a sua inauguração, amanhã, com a apresentação de 10 produtos inovadores, desenvolvidos em parceria com portuguesas do setor automóvel, à saúde, deporto, arquitetura e moda.

Em atividade desde 2008, em Famalicão, o CeNTI está já a patentear oito destas soluções com modificações nano, todas com potencial para desenvolver novos negócios e aumentar as vendas das empresas promotoras.

Entre os projetos mais recentes, estão:

1) Nanoleather: desenvolvimento de couros com propriedades inovadoras para o setor dos curtumes, designadamente materiais bicoloridos, refletores de luz e antomicrobianos, para aplicação em vestuário, calçado, estofos e acessórios. Este projeto é promovido pela Curtumes Rodrigues SA e tem como parceiro o CeNTI.

2) Toalha Alwaysclean: desenvolvimento de uma linha de atoalhados inovadores, fáceis de limpar, com capacidade de repelência à sujidade, de forma a minimizr o número de lavagens, a temperatura e o tempo de cada operação de lavagem. Promovido pela Têxteis Penedos, o projeto tem como parceiros o  CITEVE - Centro Tecnológico da Indústria Têxtil e do Vestuário e o CeNTI, e permite reduzir o consumo de eletricidade, água e produtos químicos.

3) NanNanotech: desenvolvimento de ladrilhos multifuncionais que são, também, interruptores de iluminação, libertam aromas e têm capacidade de auto-limpeza. O projeto resulta da colaboração da Dominó Indústrias Cerâmicas e do CeNTI.

4) YEXs - Your Extreme Experiences: desenvolvimento de um blusão multifuncional com elevado isolamento térmico, bandas de aquecimento, monitorização de sinais vitais e sistemas de localização e comunicação de eventos /alarmes. A P&R Têxteis promove este projeto em parceria com o CeNTI e o CITEVE.

5) NanoCoating: desenvolvimento de um novo tipo de revestimento nano-estruturado, com caraterísticas diferenciadores das soluções atualmente no mercado. O projeto, apoiado em tecnologias mais eficientes do ponto de vista ambiental, material e energético reúne a Endutex e o CeNTI.

6) Nanoglove: desenvolvimento de uma nova linha de luvas tricotadas, revestidas, com capacidadade anti-derrapante. Esta solução utiliza  novas formulações e novos polímeros e  resulta de uma parceria da Marigold Industrial Portugal unipessoal e do CeNTI.

7) WALL-IT: desenvolvimento de produtos de isolamento multifuncional de paredes interiores com capacidde isolante superior ao de outros materiais de construção e modelos de simulação para prever o efeito térmico em habitações reais. O trabalho reúne a Termolan Isolamentos termo-acústicos, o CeNTI e o CITEVE.

8) Peúga Ecohigh Tec: desenvolvimento de protótipos de uma peúga lavável, com capacidade de monitorização de parâmetros fisiológicos, da temperatura do pé ao batimento cardíaco, pedómetro, sensor da massa corporal, distância percorrida, velocidde média, velocidade instantânea e calorias gastas. A Fiorima promove este projeto com o CeNTI

9) ZanDERMID : desenvolvimento de uma família de artigos têxteis funcionais para prevenção e controlo de doenças de foro imunológico. O projeto é da Crispim e Abreu, CITEVE, CeNTI, Escola Superior de Biotecnologia, Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto.

10) INTELTEX: desenvolvimento de materiais compósitos poliméricos à base de nanotubos de carbono que permitem monitorizar a temperatura e pressão em soluções de vestuário de proteção, área médica, ambiente e construção. A NAnocyl  está a trabalhar com um consórcio de 23 entidades europeias (8 universidades e 15 empresas) de 9 países nesta solução.