Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Comissão Europeia pode estar a preparar acusação contra a Google

  • 333

Após várias tentativas de acordo entre a Google e a Comissão Europeia, a Direção-Geral da Concorrência da União Europeia (DGComp) poderá apresentar uma acusação contra a empresa. 

Constança Lameiras

Desde 2010 que a DGComp (Direção Geral da Concorrência) está a investigar a Google pela alegada posição dominante assumida na área das pesquisas online.

De acordo com a notícia avançada pelo Wall Street Journal, poderá ser aplicada uma multa que corresponde a 10% das receitas anuais da Google, correspondendo a mais de 6 mil milhões de dólares (mais de 5.5 mil milhões de euros), segundo os resultados obtidos em 2014. 

A Comissão Europeia tem estado em contacto com as empresas que apresentaram queixas contra a Google, no sentido de ter permissão para divulgar documentos anteriormente enviados como confidenciais. Para os especialistas da área, este contacto com as empresas suporta a ideia de que a DGComp vai apresentar acusações contra a empresa norte-americana.

A empresa fundada por Larry Page e Sergey Brin recusou qualquer prática anti-concorrência. Na semana passada, em Berlim, Kent Walker, conselheiro geral da Google, apontou uma lista de produtos sem sucesso, como o Google+ e o Street View na Alemanha, evidenciando que as leis da concorrência estão a ser aplicadas.

O acordo entre a empresa e as autoridades comunitárias é ainda uma possibilidade. A Google pode, no entanto, recorrer no caso de se concretizar a acusação da Comissão Europeia.

Se não existir um acordo, a multa aplicada à Google vai assim ultrapassar a atribuída à Microsoft em 2008, no valor de 1,35 mil milhões de dólares, pelo incumprimento das exigências definidas em 2004 para a interoperabilidade dos produtos.