Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Cavaco opta por pensões de €10.042

Cavaco Silva mandou suspender o salário de Presidente da República, optando por pensões de 10.042 euros, face à entrada em vigor do fim da acumulação de pensões com vencimentos do Estado.

O Presidente da República, Cavaco Silva, mandou suspender o vencimento de 7415 euros mensais como Presidente da República, noticia o "Diário Económico". Segundo o jornal, o Presidente da República passa, assim, a auferir as duas pensões que acumula de professor catedrático na Universidade Nova de Lisboa e de reformado do Banco de Portugal que totalizam 10.042 euros por mês. A decisão veio na sequência de o Governo ter anunciado em Novembro o fim da acumulação de pensões com vencimentos do Estado, a partir de 1 de janeiro de 2011. A  proibição da acumulação de pensões com salários públicos insere-se no âmbito da entrada em vigor das medidas de redução da despesa previstas no Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC) para 2010-13. São  abrangidos por esta medida, deputados, autarcas, ministros, políticos, gestores de empresas públicas, médicos, magistrados e todos os outros profissionais que estejam a acumular pelo menos uma pensão de reforma e um salário na Função Pública.