Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Carlos Tavares lembra que CMVM aprovou emissão do Montepio "com muitas reservas"

  • 333

O regulador da Bolsa não recebeu reclamações em relação ao Montepio mas Carlos Tavares lembra que aprovou a emissão de unidades de participação em 2013 com muitas reservas.

O presidente do regulador diz que a CMVM não tem reclamações em relação ao Montepio. Mas Carlos Tavares lembra que a CMVM aprovou a emissão de unidades de participação em 2013 "com muitas reservas". "Quando vi pensei: ninguém vai comprar as unidades de participação".

"Nos boletins de subscrição estavam todos os alertas", afirmou no Parlamento. "Quando vi pensei: ninguém vai comprar as unidades de participação".

Frisou que o produto não é reembolsado, apesar do Montepio garantir alguma liquidez embora limitada

"Quando aprovámos aquele investimento aprovámo-lo com muitas reservas", frisou.

Na altura, foram emitidas unidades de participação a 1 euro cada, no total de 200 milhões de euros. Hoje valem em Bolsa 80 cêntimos.