Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsa. Impresa volta a subir no dia em que apresenta resultados

  • 333

Bolsa portuguesa negoceia em alta, com três empresas a baterem recordes.

No dia em que apresenta resultados, a Impresa volta a subir, confirmando-se como a cotada do PSI 20 que mais valoriza este ano (52%).

A Impresa, grupo a que pertencem o Expresso, a SIC e a Visão, entre outras publicações, é a cotada de menor capitalização (200 milhões)  e  a sua  cotação atual (1,2 euros) está ainda longe do máximo de dois euros registado nos últimos 12 meses. Após o fecho do mercado, a Impresa apresentará os resultados de 2014.

Na sessão de hoje, o PSI 20 volta a valorizar ligeiramente (0,32%),seguindo a tendência na Europa. A generaldade das cotadas regista ganhos  (BPI, Galp e Mota-Engil são as principais exceções). E três empresas  registam máximos: EDP Renováveis, Semapa e Nos.

A EDP Renováveis (+0,54%) está nos 6,35 euros,  o valor mais elevado desde Janeiro de 2010. A Semapa (+1,6%) sobe para 13,2 atinge um máximo desde setembro de 2007. A Nos valoriza 1% para 6,14 euros, o valor mais alto desde Julho de 2008.

Na banca, BCP e Banif registam ganhos, enquanto o BPI está em perda. Ainda assim, a cotação do BPI (1,435 euros) está 10% acima do preço da oferta do Caixabank.

A bolsa de Tóquio encerrou a sessão de hoje em queda ligeira, com o índice Nikkei, a perder 0,04%.

Esta semana, os mercados estarão especialmente atentos à confirmação da taxa anual de inflação na zona euro, que deverá continuar negativa em fevereiro, bem como a divulgação de indicadores industriais e imobiliários nos EUA.