Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsa de Lisboa recua 0,04%

O principal índice da bolsa lisboeta, o PSI20, seguia hoje a recuar para 5.189,60 pontos, com as ações da Mota Engil e Jerónimo Martins a liderarem as descidas.

O principal índice da Bolsa de Lisboa, o PSI20, que integra 18 empresas cotadas a nível nacional, segue hoje a recuar ligeiramente 0,04% para 5.189,60 pontos, com as ações da Mota-Engil e da Jerónimo Martins a pressionarem as negociações.

O PSI20 seguia com 12 dos 18 títulos que o compõem a negociarem positivos e seis negativos. A liderar as perdas, destacavam-se as ações da Mota-Engil, que recuaram 1,76% para 3,12 euros. As ações da Jerónimo Martins seguiam igualmente em baixa, com perdas de 0,57% para 8,45 euros.

Em terreno positivo, seguia a Impresa e a Portucel, que avançaram 3,68% e 1,74% para 0.99 euros e 3,03 euros, respetivamente.

 

Bolsas europeias de olho em Mário Draghi

As bolsas na Europa abriram o dia em alta, na véspera da reunião do Banco Central Europeu (BCE), que poderá dar sinais sobre novos estímulos à economia europeia.

Por volta das 9h de Lisboa, o Euro Stoxx ganhava 0,22% para 3.245,73 pontos, com as principais praças na Europa a variarem entre o ganho de 0,40% de Milão e a subida de 0,02% de Paris. Londres, por sua vez, recuperava 0,31%, enquanto Madrid subia 0,28% e Frankfurt avançava 0,24%.

Os resultados da reunião do Banco Central Europeu (BCE) são aguardados com grande expectativa pelos investidores, que esperam que o presidente da instituição, Mario Draghi, possa avançar com medidas de política monetária que estimulem a débil economia europeia.

Também o sector da energia está a mostrar alguma animação nas primeiras transações nos mercados europeus, pois tem sido penalizado pela queda dos preços do petróleo e do gás.