Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Banco de Portugal aplica inibições e coimas no BCP

Vitor Constâncio disse hoje no Parlamento que haverá inibições do exercício de cargos em instituições financeiras após ter investigado as irregularidades praticadas no BCP.

O governador do Banco de Portugal (BdP), Vitor Constâncio, disse hoje na Comissão de Inquérito à Supervisão Bancária, na Assembleia da República, que até ao final do mês serão aplicadas várias inibições do exercício de cargos em instituições financeiras, no âmbito da investigação ao BCP, assim como serão aplicadas coimas.

Constâncio não disse quem irá ser inibido nem especificou se são ex-administradores ou directores ainda presentes no banco, referindo apenas que os alvos destas medidas terão 15 dias para as contestar.