Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Economia

Alemanha: Ministro da Economia volta a rejeitar Eurobonds

  • 333

"As Eurobonds são um mau sinal enviado para as economias nacionais que falharam", defende Philipp Roesler.

O ministro alemão da Economia e líder do partido mais pequeno na coligação que governa a Alemanha, Philipp Roesler, voltou a manifestar-se contra a emissão de Eurobonds para lidar com a crise da dívida europeia.

Segundo uma entrevista divulgada hoje por um jornal alemão, o ministro rejeita que possa haver Eurobonds com este Governo.

"As Eurobonds são um mau sinal enviado para as economias nacionais que falharam. Cobrir os riscos de outros países com Eurobonds vai imediatamente elevar as taxas de juro na Alemanha e isso teria efeitos dramáticos no crescimento do nosso país", afirmou o ministro.

Roesler, que foi já tema de vários artigos de jornal pela sua falta de firmeza durante os seus 100 dias no Ministério da Economia, representa também a proposta de um governo económico na zona euro apresentado esta semana pela chanceler alemã, Ângela Merkel, e pelo presidente francês, Nicolas Sarkozy.

"A política económica da Alemanha será feita pelo ministro alemão da Economia para pôr fim a qualquer mal-entendido", concluiu o ministro que lidera os liberais democratas alemães (FDP) A ideia da emissão de Eurobonds - títulos de dívida pública emitidos em conjunto pelos 17 países da zona euro - mereceu já o apoio de diversos responsáveis europeus, mas a discussão foi adiada por Merkel e Sarkozy, após a cimeira franco-alemã que decorreu na terça-feira.