Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

AKI vai contratar 300 pessoas até 2019

  • 333

Tiago Miranda

Cadeia de bricolage investe €70 milhões para renovar e abrir mais 10 lojas em Portugal nos próximos quatro anos.

O plano é ambicioso: investir €70 milhões até 2019 para renovar as lojas atuais e aumentar para 40 o número de estabelecimentos AKI em Portugal. A 30ª loja é inaugurada na próxima quinta-feira, em Oeiras, e até final do ano será aberta pelo menos mais uma. Nos próximos quatro anos, este processo de crescimento implicará a contratação de cerca de 300 novos funcionários.  

O projeto para o futuro da empresa foi detalhado ao Expresso pelo diretor-geral do AKI, Andrés Osto, numa conversa nas instalações da nova loja da rede, em Oeiras. Embora as obras ainda não estejam terminadas, as cores do AKI substituem já na totalidade quaisquer vestígios da loja Izibuild que antes ocupava o mesmo espaço.

Depois de já ter investido "€16 milhões na renovação e abertura de lojas em 2014", este novo espaço reafirma a capacidade de investimento do AKI em Portugal. Resultado, diz Osto, de dois anos de franca melhoria nos resultados da sua operação. "Em 2013, já tínhamos crescido. E, em 2014, faturámos €180 milhões, com um crescimento de 5% na comparação com o mesmo universo de lojas do ano anterior", explica. "Temos um plano a cinco anos para investir e crescer. As coisas agora estão a correr melhor, sente-se alguma recuperação no país e decidimos acelerar esse plano." 

Leia mais na edição deste fim de semana.