Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Água. EPAL alcança lucro histórico e quer manter tarifários este ano

  • 333

A empresa do grupo Águas de Portugal lucrou 54 milhões de euros em 2014 e propõe agora manter as tarifas que estão em vigor em Lisboa.

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A EPAL, empresa do grupo Águas de Portugal responsável pelo abastecimento de água na região de Lisboa, obteve em 2014 o maior lucro da sua história, tendo aprovado em assembleia geral realizada esta segunda-feira uma proposta de manutenção dos tarifários de água na capital.

A proposta da EPAL carece agora de aprovação da Direção-Geral das Atividades Económicas (DGAE) para que possa entrar em vigor e, assim, prolongar os preços que a EPAL já pratica desde agosto do ano passado.

Na assembleia geral desta segunda-feira foi aprovado o relatório e contas anual da EPAL, que em 2014 teve um resultado líquido positivo de 54 milhões de euros, o mais elevado dos seus 147 anos de atividade. Em 2013 a EPAL tinha tido um lucro de 40 milhões de euros.

No ano passado o volume de negócios da empresa recuou 0,8% (ou 1,1 milhões de euros), mas a EPAL acabou por conseguir compensar essa evolução com uma queda dos seus custos da ordem dos 9,5 milhões de euros, segundo um comunicado da EPAL, a que se somaram alguns fatores não recorrentes que influenciaram positivamente as contas de 2014.

"Em 2014 foi ainda registado um aumento do investimento que atingiu cerca de 16 milhões de euros, centrando-se essencialmente no reforço da garantia da fiabilidade e segurança do sistema de abastecimento", refere ainda a EPAL no mesmo comunicado.

A proposta de manutenção dos tarifários surge dias depois de a EPAL lançar uma campanha que permitirá aos seus clientes domésticos obter um desconto de 10% na quota de serviço mediante a adesão ao pagamento por débito direto e fatura eletrónica.